sexta-feira, maio 29, 2009

Sem aviso

As coisas acontecem sem aviso. Ou os acontecimentos coisam-se sem aviso. E sem razão universal, mas com batimentos cardíacos acelerados na mesma. Vais morrer cedo, trá lá lá lá lá!

Uma pessoa a querer pôr um vídeo

e népias. Tereis de ver o link. Enjoy!

quinta-feira, maio 28, 2009

Fins de tarde no Carvalhido

Ninguém me veio trazer os chinelos e o jornal, mas assim que cheguei fui buscar uma fresquinha e passaram-me logo o prémio para a mão.
Não sei bem como vou traduzir 2139 palavras (fazer uma retroversão!), mas bota lá.
Deixo-vos bem acompanhados.

Da idade

O alzheimer instalado não me permite lembrar da dor no joelho direito.

Out(with the)skirts

Eu, que nunca dei um peido pela Geografia, tenho de rever os meus mapas: fui proibida de suburbanices.

Ai Portugal Portugal

"Ai, castanha não temos."
"Pronto, pode ser a preta." E depois a encomenda chegou e era... castanha!!

Pouca fruta

No sábado fui jantar a casa da minha irmã. Como sobremesa, ela comeu metade de uma maçã e deixou o resto para mim. Ignorei o facto de não me ter descascado a maçã e aceitei a oferta.
E depois lembrei-me que não me lembrava da última vez que tinha comido uma maçã. Acho que tenho de comer mais fruta.

quarta-feira, maio 27, 2009

57


tomate
chinelos
garfo de plástico
3'17''
amarelo
acordeão
vento

Ponho, não ponho, ponho, não ponho, ponho

Fora de contexto (não há contexto)
"É que ontem droguei-me e tive a pensar."

terça-feira, maio 26, 2009

Oh yes we're falling down



Acordei a cantar isto. Quantos octovermes caberão nesta cabeça?

Em repeat toda a tarde de sábado

e à noite, no primeiro sítio onde entrei, a tocar.



Melhor octoverme de sempre.

segunda-feira, maio 25, 2009

Quereis milagres, não?

Mana: descobre uma casa gira e barata no Algarve numa área quente
ok?
temos de marcar!
me: ok
eu vou fazer um milagre
e depois vou parir uma criancinha pelo regaço
Mana: ahahahahahahah
me: o mal é que o azul celeste nunca me ficou bem

Road Test

Opel Corsa 1.7Di Vs Toyota Auris 1.4D
Especificações técnicas
Opel Corsa - 1700 cc, 65 cv, tara 1100
Toyota Auris - 1400 cc, 90 cv, tara 1760
Condução a cargo de:
Opel Corsa - Pi Papa Léguas, aka, Road Runner, aka, Beep Beep
Toyota Auris - esta vossa criada, aka, Menina, aka, Wyle E Coyote
Trajecto: Fafe Lameirinhas S. Mamede - Carvalhido
Resultados: Sem surpresa alguma, especialmente tendo em conta a condutora adversária, ganhou o Opel Corsa. Nas calmas.
A reter: a segurança e fiabilidade do Toyota Auris a curvar nos acessos à A41 e N14 a mais de 80Km/h.
A esquecer: a dificuldade do Toyota Auris em acompanhar o Opel Corsa em recta; ideias peregrinas de deixar a irmã ir à frente.

sexta-feira, maio 22, 2009

Citava o meu poeta sem se aperceber,

não acreditava no fim e ensinou-me que tudo é simples. Não vi todos os filmes que apresentava num programa longínquo da rtp2 (e devia ter visto), mas não consigo pensar em cinema sem pensar nele.
A morte é apenas a próxima aventura.

quinta-feira, maio 21, 2009

Há dias

uma amiga usou uma coisa que me aconteceu e lhe contei para ilustrar uma coisa que lhe aconteceu e me estava a contar, mas a história ficou diferente nas palavras dela. Não a corrigi, pareceu-me mais bonita assim.

quarta-feira, maio 20, 2009

A sunday smile


disappear
to cease to be seen; vanish from sight.
vanish
be gone
go away and not say where to
to no longer be in contact with people
to not answer the phone or reply to email
to not own email

segunda-feira, maio 18, 2009

4 meses

No sábado estive com a minha sobrinha honorária. Quatro meses e já parece uma pessoinha.
Das coisas mais cómicas: passá-la para o colo da M. e ver-lhe as mãos a tremer, "ai, ela vai cair". Ou deitá-la no meu colo depois de uma pratada de papa dada por mim e senti-la a "soltar ar" enquanto dorme placidamente. Felizmente não cheira.

Tive uma filha e não sabia

Estava na casa de outra pessoa e eu já tinha perdido duas ou três semanas da vida dela. Cheia de cabelo muito escuro, tinha a minha cara de quando eu era pequena. Horrorizava-me que lhe dessem leite de lata, mas eu nunca a tinha amamentado.
Oscilei entre a vontade de nunca mais a largar e a amnésia temporária de a saber minha. Fui ao café comer qualquer coisa, de maço de tabaco na mão, e só quando lá cheguei me lembrei que não podia deixar uma bebé de duas semanas sozinha em casa. Voltei a correr.
Calculei a minha vida a partir dali, ela dava-me o berço da C., onde é que íamos dormir?, eu trabalhava em Lisboa e pensava se era possível ser mãe ao fim-de-semana. Não cheguei a conclusão nenhuma, porque depois acordei.
O meu subconsciente é tão esperto.

O círculo

é elástico e estica sem partir.

quarta-feira, maio 13, 2009

terça-feira, maio 12, 2009

Não sei quê do fim-de-semana

É pena não dar para contar (ou não ter o mesmo efeito) o que no sábado me fez rir até às lágrimas em plenas galerias.

Diz-me o gajo

"Sê plural como o Universo"
(Agora até nos pacotes de açúcar a homenagear o Fernando Pessoa me manda mensagens.)

sábado, maio 09, 2009

Maio II

Espero que não seja cíclico, que eu desta vez vou.

Desconfio

que o conterrâneo carecia de uma sessãozinha de Reiki.

Maio

Em Maio, come as cerejas ao borralho e acorda bêbeda ao sábado. Ou então é dos copos.

Há qualquer coisa

estranhamente reconfortante/libertador/empowering em ter dois nomes que o dicionário não reconhece.

sexta-feira, maio 08, 2009

Lei da vida

When it rains, it pours.

1. Vertical, cinco letras

Génio do mal: Diabo. É a segunda vez esta semana que me sai nas palavras cruzadas.
Mensagens subliminares, pá?

Seguir os instintos

"Ai, eu amo-vos" e merdas peganhentas destas. Primeiro instinto foi responder-lhe "passaste-te, gaja?? não me comes!", que era o que ela merecia. Depois caí no erro de pensar e respondi uma merda na mesma onda, àquela sapatona que não tem ponta por onde se lhe pegue. Saiu cocó, a gaja acusou-me de sapatice.
Népias, gaja! Vou pra cima, nem que dês o peido!

quinta-feira, maio 07, 2009

Mantra

Count your blessings.
And know your colours.
Wear a condom.
Apply sunscreen.
Look both ways before crossing the street.
Love your friends, sleep 8 hours a day, eat fruit, drink plenty of water, don't smoke, keep alcoholic beverages to a minimum, eat sensibly, aaaaaaaaarrrrrrrggggggggghhhhhhhhhhhhhhhh!

Hindsight is 20/20

Insultar o Bruce é capaz de não ser a melhor das tácticas.
Já estou por tudo.

Oração a Bruce

"Bruce, comprai um telemóvel." (nunca sei se o gajo quer tratamento especial)
"Bruce, compra um telemóvel e aprende a mandar SMS."
"Bruce, compra um telemóvel e aprende a mandar SMS porque assim eu vejo só quando quiser e não andas sempre a perturbar-me o dia / a semana / o caraças."
"Bruce, compra um telemóvel, porque assim, se me ligares, EU POSSO NÃO TE ATENDER!!!!"
"Sócio, pára com essa merda, caralho!"
(pardon my french)

O Bruce é rápido

e mau. O castigo chegou célere, no metro. Como se não bastasse, vinha de bicicleta.
Ouch!

10 anos de carta

e a frase do Sr. Ferreira ainda faz sentido: "A Joana tem um problema com os arranques."
Não é só na condução, (in)felizmente.

Equilíbrio de dois

Equilibro-a a ela e equilibro-me a mim.

Ver 10 segundos de uma série

e reconhecer o episódio. O que é isto?! Eu nem sequer gosto da p#t@ da série!

O Bruce anda aí!

Qual será o castigo por vir para casa a ouvir Seal e cantar a música toda?
Shit!

quarta-feira, maio 06, 2009

Tomates

Gosto de tomates. Gosto de tomates o ano todo, em molhos, no arroz, em assados, mas chega o calor e fico doida, só me apetece tomates. (Ou tomate, pronto, se bem que eu também gosto bastante de quem os tem no sítio.)
Pode ser dos licopenos, pode ser do vermelho, pode ser vício ou pode ser simplesmente do sabor, mas se tivesse de escolher um alimento único para comer o resto da vida, seria o tomate. Com pão, azeite e sal. E a vontade de replicar eternamente aquela salada de há tantos anos atrás.
Hoje jantei salada de tomate com pão.

Do carinho entre irmãs

ela: quando?
no SMS happy birthday to me?
fartei-me de chorar com essa merda, pah

terça-feira, maio 05, 2009

Densidade: 0%

Apetece-me culpar as hormonas, o dia, o trabalho, a vida, as saudades do fim-de-semana e o caralho. Apetece-me chorar, porra!

Zona transfronteiriça

O geomano (muito pouco geototó, por vezes) diz que Trás-os-Montes só faz sentido como zona transfronteiriça. Eu acredito (e concordo).

segunda-feira, maio 04, 2009

Das fronteiras

Em Aldeadávila os nativos devem ficar tão lixados por só terem vodafone portuguesa como nós na aldeia do meu pai por só termos vodafone espanhola. (Outra que não se entende.)

España

A vontade de não chegar, passar para o outro lado, onde reconheço a estrada e as casas. Estar bem onde ainda não conheço, não completamente, a vontade de ficar e ter outra vida.
Estou bem aonde não estou
Porque eu só quero ir aonde não vou

Qual é a dúvida?

Em Fermoselle um volume de LM azul custa €25.
Uma viagem de 105 km faz-se em 50 minutos.
O gasóleo à entrada de Salamanca está a €0,85.
Os espanhóis pagam menos impostos e ganham mais do que nós.
Não é desistir, sócia, é emigrar!

Y aún...

"Fumar perjudica gravemente su salud y la de los que están a su alrededor"
Pues los que estaban alrededor fumaban también. (Que culpa tengo yo que todos los paquetes de tabaco digan las mismas cosas?)

Fumar acorta la vida

Así que date prisa a beber las cañas.

Fumar puede matar

Logo aqui, a diferença entre espanhóis e portugueses: em Portugal, o tabaco mata. Em Espanha, pode matar. Y dame más una caña!

Toma lá!

in Visão