quinta-feira, agosto 27, 2009

O (meu) mundo desabou

Eu fiz o que sei melhor: chorei.
Continuo.

quarta-feira, agosto 19, 2009

Whisky cola

No terraço, com cigarros e irmãs. No jaccuzi também.

sexta-feira, agosto 14, 2009

quinta-feira, agosto 13, 2009

Trabalhar com calor

é precisar de roupa fresca de aspecto decente. Tarefa difícil, mas esta semana safei-me bastante bem, entre vestidos (com bolsos) e saia. E para amanhã ainda tenho um vestido, worry not.
Posto isto, ainda bem que vou de férias no sábado, já não sabia o que havia de vestir mais.

No Top10 das perguntas esquisitas

"Vocês quando almoçam as duas vão a um restaurante de fumadores ou vêm cá fora de cinco em cinco minutos?"

Gosto de (II)

vestidos com bolso. Hoje é só um, atrás. Dá para desmarcar cenas mais pequenas.

Cheguei a casa

e estava lá o Rui Rio, em forma de fotografia em jornal/infomail de campanha. Começou logo bem, ainda não estava no elevador e já me sentia excluída - "Caro portuense", dizia ele. Ora eu não sou portuense. Sou trasmontana. Aterrei nesta cidade há 19 anos sem poder de decisão. Segundo os parâmetros de não sei bem quem, só se é portuense à terceira geração. Esquisitices, se quereis saber. Eu também não quero fazer parte de uma cidade que (não) me aceita.
Depois vieram as fotografias das obras realizadas. Ui, que maluqueira. Oito anos e quase reabilitaram 10 edifícios, entre escolas e habitações. Calma, ó gentes, isto não é um sprint.
Chego ao fim e não vejo sequer o padrinho. Mal empregado papel, sinceramente...

P.S. Padrinho, se por acaso estiveres a ler isto, não te amofines. Sabes que sou tua apoiante incondicional, mas não voto no teu partido. Vai lá à tua vida.

quarta-feira, agosto 12, 2009

Gosto de

vestidos com bolsos (como o que estou a usar hoje).
Dá para desmarcar cenas.

segunda-feira, agosto 10, 2009

Há SW e SW

O festival mais mal organizado de todos os tempos, trocas constantes de actuações, horas e dias, má coordenação de concertos, cartaz francamente fraquinho. Apesar de haver muitas coisas boas pelo meio, pena foi mudarem tudo à última da hora. Dissemos au revoir à Simone, infelizmente. Bunnyranch compensou.
E depois o outro lado. Acho que não há nenhum grupo de amigos que me faça rir tanto como este.
E os outros amigos que gostei de rever.
É muito estranho se eu disser que gosto do pó?

sábado, agosto 08, 2009

Post(ais) do Sudoeste II

A caminho do SW, passo em Lisboa. Casa, casa, casa.

Post(ais) do Sudoeste

Rum e cola no Alfa Pendular. Gosto de viajar assim.

sexta-feira, agosto 07, 2009

Oremos

Voltaren nosso que estais nas farmácias,
santificada seja a vossa fórmula,
venha a nós a vossa embalagem,
seja feita a vossa cura assim nas costas como ali mesmo, sim, aí, ahhhhh...
O comprimido nosso cada dia nos dai três,
perdoai-nos os nossos maus jeitos,
assim como nós perdoamos as nossas más posturas,
não nos deixeis cair em velhice e caruncho,
mas livrai-nos do mal.
Amén.

quinta-feira, agosto 06, 2009

Ahahahahahauuuuuu...

Senta-se à minha frente e diz: Eu e a Cristina tirámos à sorte para ver quem te fazia companhia e eu perdi.

Sem preocupações de ser correspondida,

apaixonei-me pelo Voltaren. Estou quase nova.
(Desculpa, afilhada.)

quarta-feira, agosto 05, 2009

terça-feira, agosto 04, 2009

Ai Ui

Dói deitada, dói de pé, dói sentada. Dói virar na cama, dói sair da cama, dói sentar. Dói levantar, dói beber água, dói comer, dói fumar. Dói estar aqui a escrever, mas como dói tudo e em todas as situações, escolho o mal que aguento menos mal. Dói queixar. Dói pensar. Acho que também dói um bocadinho a cabeça. Dói.
Já chega, Bruce. Eu porto-me bem. A partir de segunda, pode ser?
P.S. Gosto mais quando mandas postais.

segunda-feira, agosto 03, 2009

Só para irritar a minha irmã

Uma música dos Beatles de que gosto bastante, cantada por uma menina de quem gosto bastante também. Difícil decidir, mas seria qualquer coisa assim, por ordem decrescente de gosto: Beatles, música, menina. (Já 'tás irritada ou posso irritar-te mais?)

Uma pessoa tem de se rir

O meu irmão e a minha Mãe discutem preços de melancia na cozinha. 15 cêntimos o quilo no modelo, passe a publicidade. Quero três tigelas!

Sopa

A provar que isto anda tudo maluco, sopa. A sopa. Desejos de comer espinafres e vai a Mãe e faz a melhor sopa de espinafres que comi nos últimos tempos, que por acaso são bastantes, porque não sei se já deu para reparar, mas eu como pouca sopa. Ou como pouco, tout court.
Mas aquela sopa, a rivalizar (ganhando!) com esta, eu comia até ao fim dos meus dias. Porque é que a sopa não se pode fazer de uma fonte inesgotável? Eu queria.

Por acaso não foi bem,

bem assim. Foi mais: olha umas luvas. Parecem as minhas. Que estranho, parecem mesmo. Espera, são as minhas! Cérebro a tentar arranjar uma explicação paranormal para não enfrentar os factos. Como é que vieram aqui parar? Eu não tirei nada do carro, tirei? Se calhar tirei... Não, não tirei. Assaltaram-me o carro!! Pois, cá está o vidro partido. 'Tadinho do Dudu!!
Foi assim.

Mais do que para,

os amigos vêem-se nas ocasiões.

domingo, agosto 02, 2009

Num segundo

Oito da manhã e a sorte com o estacionamento vira-se contra a condutora, uma par de luvas no chão e muitos milésimos de segundo entre luvas, parecem as minhas, ui, como é que vieram aqui parar?, visão do vidro partido, os dois porta-luvas abertos, o choque.
Não há recolha de impressões digitais, desaconselham-me a apresentar queixa, ficaram os CD's e a antena, levaram o comando da garagem.
Durante este tempo todo, do computador do agente que anotou a participação saía a Joan Osborne a perguntar se deus fosse um de nós. Any thoughts, Bruce?

sábado, agosto 01, 2009

Estatística

Quatro combinações de três. Ou isso.