quinta-feira, janeiro 09, 2014

Banha da Cobra

Sinto-me defraudada: venderam-me isto de deixar de fumar como a última das maravilhas, "vais ver, vais adorar", que era o paraíso na terra, qual ilha no Pacífico, isto é que era, sem meter tubarões nem escaldões ou voos de 10h em económica, mas afinal isto não tem piada nenhuma, só que agora que já deixei o vício não consigo voltar, é assim que eles nos apanham, depois a gente quer voltar e népias, nada a fazer, fumar nunca mais. Ora grande porra, se eu soubesse o que sei hoje, nunca teria deixado.
(Vendo - cérebro demasiado oxigenado. Barato porque tem ideias auto-destrutivas e sabotadoras.)

Sem comentários:

Publicar um comentário